segunda-feira, 20 de setembro de 2010

FELICIDADES A OUTRO SONHADOR!



AMIGO

Você meu amigo de fé, meu irmão camarada
Amigo de tantos caminhos e tantas jornadas
Cabeça de homem mas o coração de menino
Aquele que está do meu lado em qualquer caminhada
Me lembro de todas as lutas, meu bom companheiro
Você tantas vezes provou que é um grande guerreiro
O seu coração é uma casa de portas abertas
Amigo você é o mais certo das horas incertas

Às vezes em certos momentos difíceis da vida
Em que precisamos de alguém pra ajudar na saída
A sua palavra de força, de fé e de carinho
Me dá a certeza de que eu nunca estive sozinho

Você meu amigo de fé, meu irmão camarada
Sorriso e abraço festivo da minha chegada
Você que me diz as verdades com frases abertas
Amigo você é o mais certo das horas incertas

Não preciso nem dizer
Tudo isso que eu lhe digo
Mas é muito bom saber
Que você é meu amigo

Não preciso nem dizer
Tudo isso que eu lhe digo
Mas é muito bom saber
Que eu tenho um grande amigo

Não preciso nem dizer
Tudo isso que eu lhe digo
Mas é muito bom saber
Que você é meu amigo

Não preciso nem dizer
Tudo isso que eu lhe digo
Mas é muito bom saber
Que eu tenho um grande amigo.

Roberto Carlos

Singela e humilde homenagem a este grande amigo! Meu irmão Sílvio! Ele completa um ano a mais de vida neste dia tão especial para todos que o conhecem. Pessoa simples e humilde, de hábitos pactos, porém, intensos. Poeta por natureza, desbrava com destreza e gratidão o universo anônimo de palavras e sentimentos. A vida o fez mais humano, ao invés de fechar seu coração. Sem dúvida alguma, uma das melhores pessoas deste mundo, falo sem medo de parecer peigas ou exagerado, a verdade não se esconde.

SILVÃO, TENHO MUITO ORGULHO E SORTE DE SER SEU AMIGO! OBRIGADO POR EXISTIR!
FELIZ ANIVERSÁRIO MEU IRMÃO!

Forte Abraço!
Rodrigo.

sábado, 11 de setembro de 2010

PENSAR, REFLETIR E SONHAR

video

Bem, nunca havia feito um post utlizando vídeo. No entanto, a música do Frejat, EU SÓ QUERIA ENTENDER, ficou "martelando" na minha cabeça e veio a inspiração para essa montagem. Além disso, senti necessidade de compartilhar essa canção, não sei, mas penso que se não podemos mudar o mundo, devemos dar o nosso melhor para alterar a realidade que nos afronta diariamente. É isso, espero que gostem deste post inaugural.
Carinhosamente, Rodrigo.

segunda-feira, 6 de setembro de 2010

SONHO INFECUNDO




Ilusão Certificada

Pra que tanta teoria
Tentando forjar explicações sobre a vida?
Livros, teses, monografias
Racionalizam, banalizam, esterilizam
As idas e vindas.

A academia definitivamente não é pra mim
Um jogo banal de interesses escusos
Cada qual tome seu rumo
Ajudas celebradas em favorecimentos futuros
Não existem amigos, arregimentam alianças
Desfeitas em nome do sincero egoísmo oportuno.

A vida ali é banal
Títulos e mais títulos
Enumeram a certeza em um glorioso futuro
Conhecimento em detrimento do humano
Erudição a favor da apatia
Ambição pormenorizada na “pregação” do mestre ou doutor
Seja lá como for
Disse-me outro dia, um poeta a quem o peito ardia:
“Quem já passou por essa vida e não viveu
Pode ser mais, mas sabe menos do que eu”.

E a vida, nobres senhores
Onde fica?
Mudar, transformar?!
Palavras mortas nas grades
Compõem uma grande decepção.
Dizem-me os catedráticos:
“Oh! Desculpe foi um engano.
[silêncio e risadas]”
Nesse paradigma,
Pasmem... Propõem ajudar o ser humano.

Rodrigo Costa Lima

quarta-feira, 1 de setembro de 2010

Humildemente Sonhar e Desejar!



Meu Deus, me dê a coragem de viver trezentos e sessenta e cinco dias e noites, todos vazios da tua presença,me dê a coragem de considerar esse vazio como uma plenitude. Faça com que eu seja a tua amante humilde entrelaçada a ti em êxtase. Faça com que eu possa falar com este vazio tremendo e receber como resposta o amor materno que nutre e embala. Faça com que eu tenha a coragem de te amar, sem odiar as Tuas ofensas à minha alma e ao meu corpo. Faça com que a solidão não me destrua. Faça com que minha solidão me sirva de companhia. Faça com que eu tenha a coragem de me enfrentar. Faça com que eu saiba ficar com o nada e mesmo assim me sentir como se estivesse plena de tudo. Receba em teus braços o meu pecado de pensar.

(Clarice Lispector)